Rádio CN Agitos

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Cientistas criam esperma e óvulos humanos artificiais.



Média de idade de doadores cresceu na Grã-Bretanha desde que anonimato foi suspenso, em 2005 (Foto: BBC)
Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, criaram formas primitivas de esperma e óvulos a partir de células de pele humana, relatou o jornal "The Guardian", nesta quarta-feira (24).
De acordo com a pesquisa, esse avanço médico poderia transformar doenças relacionadas com a idade e problemas de fertilidade. Estas células teriam a capacidade de se transformarem em espermatozoides e óvulos maduros, algo que nunca foi feito em laboratório.
A lei britânica proíbe clínicas de fertilidade de utilizar esperma e óvulos artificiais para tratar casais inférteis. Em 2012, cientistas japoneses criaram óvulos de camundongos a partir de células-tronco e os utilizaram para o nascimento de filhotes.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Equipes de saúde que combatem o ebola são "personalidade do ano" da Time.

  • Revista Time elege médicos, enfermeiros e trabalhadores de saúde que combatem epidemia de ebola como "personalidade do ano de 2014"
Os médicos, enfermeiros e demais trabalhadores do setor de saúde que combatem a epidemia de ebola na África Ocidental foram escolhidos como "personalidade do ano de 2014" pela revista americana Time.
"Eles arriscaram e persistiram, se sacrificaram e salvaram vidas", afirmou a editora Nancy Gibbs ao justificar a escolha. Em 2013, a personalidade do ano para a revista foi o papa Francisco.
Embora a Time tenha escolhido a figura simbólica os "lutadores contra o ebola", a revista menciona "as forças especiais da organização Médicos Sem Fronteiras, os trabalhadores da associação de ajuda humanitária cristã Samaritan's Purse e muitos outros de todo o mundo que combateram lado a lado com médicos e enfermeiros locais, motoristas de ambulância e equipes de coveiros".
  A epidemia de febre hemorrágica do ebola provocou 6.331 mortes entre os 17.800 casos de contágio detectados nos três países mais afetados da África Ocidental (Serra Leoa, Libéria e Guiné) até 6 de dezembro, segundo o balanço mais recente da OMS (Organização Mundial da Saúde).
Devido à forma de contágio da doença, os médicos e enfermeiros que tratam os infectados têm um alto risco de contrair o ebola.
Por isso, centenas de trabalhadores da saúde morreram nos três países africanos mais atingidos pela epidemia. Em Serra Leoa, por exemplo, dos 12 médicos que contraíram ebola apenas dois sobreviveram.
O ebola "atingiu médicos e enfermeiros em números sem precedentes, afetando infraestruturas de saúde pública que já eram frágeis", escreveu Gibbs no site da Time.
"Em um dia de agosto na Libéria seis mulheres grávidas perderam seus bebês porque os hospitais não podiam admiti-las por complicações. Qualquer pessoa que tratou vítimas de ebola correu o risco de se converter em uma delas", explicou.
 A designação da "personalidade do ano" é uma tradição anual da revista Time desde 1927. A figura escolhida aparece na capa da edição de fim de ano da publicação.
Em 2012, o presidente americano Barack Obama, que acabara de ser reeleito, foi escolhido personalidade do ano.
Um ano antes, a Time escolheu a figura do "manifestante" como personalidade de 2011, em um reconhecimento às pessoas de todo o mundo, em particular do Oriente Médio e norte da África, que saíram às ruas para lutar por seus direitos na denominada "Primavera Árabe".

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Bahia se torna maior produtora de guaraná do mundo.

O Território do Baixo Sul da Bahia produziu 2.800 toneladas de guaraná no ano de 2014, superando a Amazônia, com 1.100. Esse valor coloca a região como maior produtora de guaraná do mundo, com uma área de plantio de 7.600 hectares. O município de Taperoá, a 280 quilômetros de Salvador, é destaque na produção e conta com 1.700 hectares de áreas de plantadas.
As informações da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) foram divulgadas na 27ª edição da Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro), que acontece até o próximo domingo, 7.
Na Bahia, a cultura do guaraná é explorada basicamente pela agricultura familiar, sendo que o Baixo Sul responde sozinho pela produção do fruto. O produto da região é exportado em pó e em grãos para países como Alemanha, Itália, França e Estados Unidos.